SEIS ESTÁGIOS QUATRO NÍVEIS ACUPUNTURA MEDICINA CHINESA

Estágios das Doenças

O pensamento chinês sofreu variações e evolução ao longo de sua longa história no que tange a tradição médica. Um dos exemplos dessa revitalização é o tratamento de doenças febris. Entre as mais comuns manifestações observadas no oriente e no ocidente está a febre que pode ser observada como uma seqüencia de instalação, pico e recuperação. Até recentemente essas enfermidades eram provavelmente as principais causas de mortalidade. No ocidente chamamos de doenças infecto contagiosas. Os médicos chineses as descrevem como uma série de padrões de desarmonia.

Esta seqüência de padrões em progresso mostra a flexibilidade do pensamento oriental. Inicialmente as doenças febris foram consideradas em uma seqüência de 6 estágios. Mais tarde, uma possibilidade de 4 estágios também foi desenvolvida para complementar a prática inicial e fornecer outras formas de tratamento. Este conceito de doenças febris são consideradas também como padrões de Exterior dos Ba Gang, 8 princípios, bem como as influências perniciosas, mas dão mais ênfase no tempo e na evolução da doença.

Padrões dos Seis Estágios

A idéia de um padrão de seis estágios foi desenvolvida por Zhang Zhong-jing, no seu clássico das doenças do frio (Shang-han Lun). Baseado numa citação do NeiJing que cita doenças de 6 estágios de onde ele parte e cria um elaborado sistema de evolução das enfermidades.

O clássico das doenças do frio é o segundo mais importante trabalho na literatura médica e gerou tantos comentários quanto o NeiJing, mesmo se baseando em tratamentos ao invés de teoria.

Os seis estágios apresentados no clássico compreendem uma séria de padrões que mapeiam o curso das doenças causadas por influências perversas entrando no corpo e causando febre. Normalmente, segundo Dr. Zhang sugere, tais enfermidades começam no primeiro estágios e prosseguem até o sexto, entretanto uma doença pode ir direto para qualquer estágio, pular estágio ou mesmo se mover no sentido inverso.

São eles:

  • TAI YANG

    • Vento-frio com prevalência do frio
    • Vento-calor com prevalência do calor
  • YANG MING

    • PADRÃO DO CANAL (CALOR NO ESTÓMAGO)
    • PADRÃO DO ORGÇAO (CALOR NO ESTÔMAGO)
  • SHAO YANG
  • TAY YIN
  • SHAO YIN
  • JUE YIN

O primeiro estágio é chamado TAI YANG (GRANDE YANG) caracterizado como medo do Frio ou Vento, febre, dores de cabeça e pulso superficial. Nos 8 princípios trata-se de FRIO-EXTERIOR. Uma diferenciação neste estágio seria no caso de transpiração, quando há falta de sudorese, considera-se excesso e quando há, sudorese considera-se deficiência. Também com dor occipital e torcicolo devido a obstrução do canal pode aparecer por afetar o canal unitário TAI YANG – bexiga e intestino delgado.

Apenas a parte do qi defensivo do pulmão é afetada não a parte do interior, a força dispersante do pulmão e impedida pelo frio exterior e o vento se aloja nos espaços entre a pele e os músculos.

YANG MING (YANG BRILHANTE) caracterizado por febre, transpiração, sem medo do frio, mas medo do calor, irritabilidade, sede, pulso cheio e rápido são sinais mais importantes. Este estágio marca o início do desenvolvimento interno da doença de acordo com os 8 princípios.

SHAO YANG (PEQUENO YANG) Logicamente esta categoria deveria vir antes do Yang Ming. Mas a ordem da apresentação, entretanto é baseada no NeiJing original e não foi modificada. Os sinais de designam Shao Yang incluem calafrios, febre oscilante, distensão no peito, gosto amargo na boca, sem apetite, irritabilidade e urgência para vomitar. A febre e os calafrios parecem aqueles da malária aparecendo separadamente. Shao Yang aparece como um padrão dos 8 princípios conhecido como meio exterior/meio interior. Esse padrão é relacionado com os meridianos do triplo aquecedor e da vesícula e assim é associado com dor nas laterais do corpo, amargo na boca, visão borrada e pulso em corda.

Os três primeiros estágios são padrões de excesso. Os quarto e quinto estágios são padrões de deficiência e interioridade e não consideram influências perversas ou fatores patogênicos externos. As influências perversas podem atravessar os três estágios e ir direto ao interior ou percorrer os três.

TAI YIN (GRANDE YIN) É caracterizado por uma distensão abdominal, falta de sede com vômito, falta de apetite e dor ocasional. Os comentaristas consideram esse padrão uma deficiência do Yang do Baço.

SHAO YIN (PEQUENO YIN) Trata-se de um nível mais profundo. Considerado o estágio mais perigoso. Seu sinal mais salientes é um pulso “minute” pequeno com grande desejo de dormir. Outros sinais são aversão ao frio, frio nos membros, e falta de febre. Comentários consideram este estágio uma falta de Yang dos Rins.

JUE YIN (YIN ABSOLUTO) Logicamente deveria ser o mais profundo e mais sério. Mas o clássico revela que esse é um padrão misto de Yin e Yang no agindo no corpo de uma maneiro complexa em que algumas áreas são quentes e outras são frias.

Esses seis estágios com suas múltiplas subcategorias e um grande número de prescrições foram por centenas de anos a base para o tratamento das doenças febris de origem externa. Mas com o tempo passou a ser criticado por não considerar as doenças causadas por calor, esqueceu de tratar as doenças causadas por calor afetando o yang e tratou do yang ignorando a deficiência de yin. Uma das causas disso é que o padrão das enfermidades talvez tenha mudado ao longo dos anos com esgoto, melhores condições sanitárias, estabilidade social e melhoria na alimentação.

imagem-trabalho-curso.jpg
resumo da relação frio/calor
OS PADRÕES DOS QUATRO ESTÁGIOS

Mais tarde, médicos da dinastia Ming e Qing desenvolveram o que ficou conhecido como padrão dos quatro estágios que visava corrigir as inadequações dos padrões dos seis estágios. O padrão dos quatro estágios ficou conhecida como Escola das Doenças de Calor (wen-re-xue). Assim as doenças febris são capazes de entrar em quatro níveis distintos de profundidade.

    • VENTO CALOR
    • HUMIDADE CALOR
    • VALOR VERÃO
    • VENTO SECO CALOR

    • PULMÃO CALOR
    • ESTÔMAGO CALOR
    • SECURA QUENTE NO ESTÔMAGO E NOS INTESTINOS
    • CALOR NA VESÍCULA BILIAR
    • CALOR HUMIDADE NO ESTÔMAGO E NO BAÇO

    • CALOR NO PERICÁRDIO
    • CALOR NO QI NUTRITIVO

    • CALOR AGITANDO O SANGUE
    • CALOR AGITANDO O VENTO
    • VENTO VAZIO AGITANDO O EXTERIOR
    • COLAPSO DO YIN
    • COLAPSO DO YANG
  • Wei
  • Qi
  • YIN NUTRITIVO
  • XUE

WEI FENG ZHENG – PADRÃO DA INVASÃO DA PORÇÃO DA ENERGIA DEFENSIVA – Desarmonias neste padrão são caracterizadas por febre, medo leve de frio, cefaléia, tosse, poucas sede com ou sem transpiração, com o corpo ou a ponta da língua levemente vermelha. Nos 8 princípios descreve um padrão de calor exterior.

QI FEN ZHENG – PADRÃO DE INVASÃO DA PORÇÃO QI – O segundo nível do corpo. Caracterizada por febre sem aversão ao frio, similar ao estágio YANG MING ou calor interior dos 8 princípios. Vários padrões vão depender do órgão afetado, por exemplo no pulmão, o calor vai causar febre alta, tosse, língua amarelada e sede. Calor no estômago causa febre alta, sudorese, urina escura e pouca, constipação dor abdominal e epigástrica e pulso superficial.

YING FEN ZHEN – PADRÃO DE INVASÃO DA PARTE YIN. O YIN descreve o aspecto nutritivo do QI associado com o sangue. Os principais sinais são língua vermelha escarlate, irritabilidade, falta de sono, delírio, ou coma, febre alta a noite, sede (mas não tanta quanto na porção QI) erupsões vermelhas na pele, pulso fino e rápido. Por causa da invasão tão profunda do calor, a língua fica escarlate e o Shen é perturbado enquanto a sede reduz porque os fluidos evaporam e vão para a boca. O calor invade o sangue, assim o nariz pode sangrar, bem como haver sangue nas fezes e na urina.

O calor também pode afetar o pericárdio, o que ocorre freqüentemente no nível do sangue e do Ying. Quando o pericárdio é afetado o Shen abrigado no coração e no sangue também é afetado gerando delírio, coma. Irritabilidade e língua tremendo são os sinais deste tipo de padrão.

Características gerais das Wen Bing
1) Eles se manifestam como sintomas gerais de vento-calor nos estágios iniciais, mas (podem também se manifestar como umidade calor, calor verão, inverno-calor, primavera-calor, e calor-seco)
2) Sempre há febre;
3) São infecciosas;
4) O vento calor penetra pela boca e pelo nariz;
5) O fator patogênico é geralmente forte.
6) O vento calor tem uma grande tendência a se tornar calor.
7) No interior o calor tem uma forte tendência a secar os líquidos orgânicos.

QUADRO COMPARATIVO DO VENTO FRIO E VENTO CALOR

VENTO FRIO VENTO CALOR
PATOLOGIA VENTO CALOR OBSTRUINDO O WEI QI VENTO CALOR AFETANDO WEI QI E INPEDINDO PULMÃO DE DISPERSAR
PENETRAÇÃO DE FATOR PATOGÊNICO PELA PELE PELO NARIZ E BOCA
FEBRE LEVE ALTO
AVERSÃO AO FRIO ALTA LEVE
DOR NO CORPO SEVERA LEVE
SEDE SEM LEVE
URINA PÁLIDA LEVE ESCURO
DOR DE CABEÇA Occipital TODA A CABEÇA
SUOR SEM SUOR OU SUOR NA CABELA LEVE SUOR
LINGUA NÃO MUDA LEVE E VERMELHO DOS LADOS E NA FRENTE
PULSO SUPERFICIAL APERTADO RÁPIDO E SUPERFICIAL

About The Author

Mario Fialho

Mário Fialho é pai do Miguel Luz, professor na multiversidade, clínica e escola em Niterói. Vive dedicado a escrever, ensinar e a cuidar de tudo que é bom, belo e verdadeiro com simplicidade. E agradece a sua visita.

Escreva, sua opinião é muito importante.