O livre fluxo do qi e o estado de flow

livre fluxo do qi na medicina chinesa e psicologia

ESTADO DE FLOW

Flow é um estado de consciência que se estabelece numa ação que não sentimos que agimos, uma forma da psicologia moderna encontrou para falar de um estado que tem muitos paralelos com o que o clássico chinês chamava de Wei Wu Wei – uma ação sem ação. É definido como uma condição ótima de atuação, execução, consecução e imersão em uma assunto e atividade; em uma reflexão e ação, integralmente e com desempenho ótimo, ou seja, sem desperdício de tempo, energia ou conflitos internos.

A imagem de flow (inglês para fluir) é da água que flui e contorna os obstáculos, que não encontra bloqueios na sua fluência, na sua atividade. Dizemos isso de um idioma, quando o dominamos ao ponto de dizer que somos fluentes , quando conseguimos criativamente utilizar os recursos linguísticos, ou quando um músico faz uma música de improviso e sente um fluxo criativo que nada tem de entediante, ou quando um estudante tem uma aula criativa que o tempo passa muito rápido, alcançamos esse fluir.

Em flow, conseguimos convocar, alocar os recursos internos e externos de forma criativa e ao mesmo tempo produtiva e prazerosa. Não dá vontade de parar, sentimos os influxos criativos e prazerosos que são automotivamentes. Esse estado, que todos conhecemos é uma experiência muito comum dos pacientes de acupuntura, a sensação de que está tudo bem, que tudo está fluindo e isso é chamado como o livre fluxo do qi, ou livre fluxo da energia vital pelos canais. Será possível então, que a prática da acupuntura possa nos levar a estados alterados de consciência?

Sem dúvida que sim, os efeitos da acupuntura no tratamento de desordens emocionais, sua atuação e impacto nos níveis dos neurotransmissores de prazer e contentamento são já evidências conhecidas. Mas será que acupuntura pode nos ajudar a trabalhar melhor, estudar melhor, pensar melhor, amar melhor, viver melhor, existe uma dimensão existencial que faz com a acupuntura a vida fluir  melhor?

Sem dúvida que sim, e de uma forma muito simples, o simples tratamento da estagnação do qi, ou seja, do simples impedimento da energia do gan (fígado energético) de manter o “livre fluxo do qi” é um grande catalizador dos estados de flow. Em outras palavras, acupuntura, a simples utilização do F3, como um ponto fonte do fígado que ajuda no desbloqueio do canal e movimentação da energia tem esse efeito tão poderoso.

Essa é uma experiência simples de fazer, se você for acupunturista, coloque por 10 dias seguidos o ponto F3 contra canal e anote seu estado de humor e disposição para trabalhar, viver e amar.  Faça e conte aqui sua experiência.

Se você ainda não é acupunturista, atividades físicas e reflexão sobre o tema também ajudam. Veja onde se encontra Flow no quadro abaixo e os benefícios para cultivarmos esse estado de fluir e ser como a “água” que os psicólogos recentemente estudam mas que os taoístas nos falam há milhares de anos.

Simples assim. Agora faça a experiência!

About The Author

Mario Fialho

Mário Fialho é pai do Miguel Luz, professor na multiversidade, clínica e escola em Niterói. Vive dedicado a escrever, ensinar e a cuidar de tudo que é bom, belo e verdadeiro com simplicidade. E agradece a sua visita.

Escreva, sua opinião é muito importante.