Enciclopédia de Acupuntura – 04 Estudo dos meridianos e colaterais

04- Estudo dos meridianos e colaterais
Ideogramas:经络学

Romanização: jīng luò xué

Tradução Literal: canal, meridianorede, colateralestudo

Definição: Ramo da acupuntura que estuda a conexão estrutural, fisiologia, patologia, diagnóstico e princípios terapêuticos com base nos fenômeno dos meridianos, também conhecido como estudo dos canais e colaterais.

Sinonímia: estudo da anatomia energética, estudo da circulação energética, rios de luz.

Comprovação: Embora não tenha sido comprovada pela ciência ocidental encontrou-se diferença de potencial elétrica nos pontos de acupuntura, porém os mais céticos desconsideram o modelo dos meridianos embora reconheçam os resultados clínicos baseados nos meridianos.

Dinamismo: Nos meridianos circulam Qi e Xué, energia e sangue, e conectam os Zang Fu, órgãos e víceras, mas não se confundem com o trajeto anatômico das veias ou do sistema nervoso.

Infravermelho: há pesquisas mostrando observações alterações fisiológicas observáveis em imagens infravermelhas fundadas na hipótese dos meridianos. Lo S.Y. (2002)

Pesquisas:Atualmente pesquisas sugerem uma convergência entre o modelo neurofisiológico, o tecido conectivo, o modelo de controle de crescimento e a embriologia para explicar o modelo de meridianos, pois em certas zonas de convergência que surgem os pontos de acupuntura.

Hipótese parapsíquica: Descoberta dos meridianos e a descrição dos canais em trajeto superficiais e profundos derivam das pesquisas empíricas realizadas pelos praticantes de qi gong, ou técnicas de mobilização da energia.

Canais: são 12 canais principais relacionados aos órgãos e vísceras em suas funcionalidade energéticas, mais do que as estruturas dos órgãos e 8 canais extraordinários, os colaterais forma uma rede secundária que emerge dos canais principais.

Questões:Você conhece o trajeto dos meridianos principais sobre seu próprio corpo? Você usa o estudo dos meridianos na prática clínica para mover o Qi no sentido do fluxo da energia? Através da sua parapercepção você consegue identificar bloqueios nos canais?

Canais e colaterais compõe a base anatômica energética fundamental para o estudo e prática da medicina tradicional chinesa, embora não comprovado pela ciência ocidental, sua descrição detalhada nos tratados de alquimia demonstram precisão atualizadas na prática atual da medicina chinesa.

www.multiversidade.com

About The Author

Mario Fialho

Mário Fialho é pai do Miguel Luz, professor na multiversidade, clínica e escola em Niterói. Vive dedicado a escrever, ensinar e a cuidar de tudo que é bom, belo e verdadeiro com simplicidade. E agradece a sua visita.

Escreva, sua opinião é muito importante.